sábado, 13 de junho de 2015

A mãe




"Nós, gente do povo, sentimos tudo, mas não sabemos nos exprimir; temos vergonha, porque compreendemos, mas não sabemos dizer o que compreendemos. E muitas vezes, por causa desse embaraço, revoltamos-nos contra os nossos pensamentos. A vida bate-nos, tortura-nos de todas as maneiras e feitios, queremos descansar, mas os pensamentos não nos largam."
in A mãe - "Máximo Gorki" (1906) 



1 comentário:

tonsdeazul disse...

Já ouvi boas opiniões sobre este livro de Gorki. Esta citação abre as portas para boas expetativas. ;)
Beijinho